segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

A mesa em traje de gala


Etiqueta foi feita para nos facilitar a vida e não para a complicar. Por isso, uma mesa bem posta é aquela que deixa os nossos convidados à vontade para se deliciarem com os pratos que nós preparamos, sem ter de ficar a cruzar as mãos por cima do prato à procura dos talhares. No dia-a-dia a mesa posta com mais simplicidade, mas sem perder o charme e a beleza, porque o cardápio é simplificado. Já nos dias de festa, em que as iguarias se sucedem, o aparato é maior.
Aqui vos mostro o desenho de tudo o que se deve por num dia especial.

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Choco Lego!

IDEIA:
Utilize os  legos duplos dos seus filhos, derreta o chocolate culinario em banho maria ( para cada tablete ponha duas colheres de chá de manteiga ) e verta dentro do lego duplo o chocolate derretido, leve ao congelador e depois até com o calor das mãos se desenformam ... et voila ... Choco Lego!

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Nada se perde tudo se transforma

Nada se perde tudo se transforma...e é bem verdade ! duas cafeteiras e duas formas de bolo que se transformam em candeeiros muito originais...INSPIRE-SE !

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Criatividade é tudo

E porque a criatividade faz a diferença aqui vos mostro uma alternativa muito divertida para a decoração da sua arvore de natal. Forminhas de bolachas com fotografias dos que nos são queridos.
Precisa de cartolina, cola, fitas e fotocopias das fotografias. Põe a forma em cima da cartolina, desenha com um lápis a volta da forma, recorta, cola a fotocopia da fotografia e volta a recortar, depois cola a forma á cartolina...e delicie-se nesta época a olhar para a sua árvore.

Decoração diferente

Este Natal faça um decoração diferente, utilize as formas de fazer as bolachas e com fita de tecido suspenda na sua árvore, fica giríssimo, já agora antes de decorar a árvore, faça umas bolachas, ponha num frasco ou saco e ofereça aos que lhe são queridos.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Jardim Botânico

Crie o seu próprio jardim botânico desta forma simples e que ocupa pouco espaço, mas regala a vista.
Com um suporte para sapatos e vasos das suas plantas ou ervas aromáticas preferidas, arranja etiquetas para escrever os nomes e prende na frente ou com um agrafe ou mola de roupa.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Algum saber sobre o Bom Vinho. Mitos e fantasias

O vinho. Mitos e fantasias...
01 - O vinho, quanto mais velho melhor!

Uma das frases feitas preferidas de portugueses e não portugueses.
Quase todos estão convencidos da razoabilidade da afirmação!
Infelizmente, são poucos os vinhos que sabem envelhecer bem e ainda mais raros os que conseguem envelhecer com saúde.
A quase totalidade dos vinhos mundiais, espumantes, brancos, rosés e tintos, é feita para ser consumida num curto prazo de tempo.
A maioria dos rosados tem um período de vida útil de um ano, os brancos de dois anos,
enquanto que nos tintos esse prazo se alarga para um máximo de quatro ou cinco anos.
Por outro lado, sabendo que as condições de guarda dos vinhos raramente são razoáveis, não espere demasiado tempo para abrir as suas garrafas.
Os poucos vinhos pensados para durar anos, décadas, são vinhos excepcionais… e geralmente muito caros.
Mas, claro, nada se compara ao prazer de poder desfrutar de um vinho velho em plena saúde.
Se tiver disponibilidade de capital e de espaço de guarda, atreva-se neste desiderato.
 
02 - Um vinho “Reserva” será sempre melhor do que um vinho “normal”.
As palavras “Reserva”, “Colheita Seleccionada” ou “Garrafeira” são uma garantia de qualidade!

Infelizmente, a realidade não confirma esta presunção.
Na verdade, este tipo de adjectivação não tem qualquer relacionamento directo com a qualidade de um vinho.
Os designativos “Reserva” e “Garrafeira” são normativos legais
que em cada região determinam o período mínimo de estágio em barricas e, posteriormente, em garrafa.
Não caracterizam mais nada e não existe qualquer correlação com a qualidade real.
Indicações como “Colheita dos Sócios”, “Colheita Seleccionada”, “Selecção Especial”,
“Reserva Pessoal”, ou outras referências, são opções de “marketing” sem qualquer conexão com a qualidade do vinho.
Muitos vinhos triviais e de fraca qualidade ostentam estas palavras nos rótulos,
da mesma forma que alguns dos melhores vinhos nacionais não lhe fazem referência.
Por si só, estas palavras nada lhe dizem sobre o vinho.

03 - Um vinho “DOC” será sempre melhor do que um vinho “Regional”.

Mais uma vez, a realidade encarrega-se de não confirmar esta suposição.
Para que um vinho tenha o direito de ostentar o nome de uma denominação de origem controlada
terá de obedecer a regras claras, nomeadamente quanto ao uso das castas autorizadas e recomendadas para essa mesma DOC.
Se, por exemplo, um produtor recorrer a castas não contempladas para essa mesma região,
mesmo que melhores, ficará impedido de usar o nome da DOC.
Algumas denominações de origem mais jovens, com menos historial, por vezes criadas apressadamente,
nem sempre fizeram apostas racionais na escolha das castas recomendadas.
Como tal, muitos produtores sentem-se constrangidos a recorrer a castas não recomendadas,
castas que consideram ser mais adequadas às suas necessidades.
É isso que explica por que alguns dos melhores vinhos portugueses são vinhos regionais.
Este fenómeno é igualmente válido para outros países europeus, sobretudo Itália.

04 - O vinho de mesa não presta.

Por regra, o vinho de mesa é efectivamente de fraca qualidade e não merece demasiadas considerações.
Existem, no entanto, raras excepções, e por vezes o vinho de mesa é a única solução para alguns produtores.
Por exemplo, a legislação portuguesa não permite a mistura de vinhos provenientes de duas regiões diferentes.
Imagine que existia (e existe) um vinho que emparceirava uvas do Dão e do Douro.
Isto seria ilegal face à lei actual, excepto se vendido debaixo do chapéu-de-chuva de vinho de mesa.
É esse o caso de um ou outro vinho português de topo.
Ou imagine que um vinho não seria capaz de atingir a graduação mínima para poder ser considerado DOC ou Regional.
Os vinhos de mesa seriam seguramente um refúgio comum entre os produtores portugueses, não fora a grave limitação
de os vinhos de mesa não poderem estampar o nome de castas, e sobretudo, a data de colheita no rótulo.

05 - Os vinhos mais caros são sempre melhores.
 
Seguramente que não e os exemplos a provar o contrário abundam.
Num mercado livre, o preço dos vinhos é determinado não só pelos custos de produção mas também pela sua escassez,
pelo factor moda, pelo eventual empolamento feito pela comunicação social, por boas campanhas de promoção, etc.
No entanto é verdade que os melhores vinhos são usualmente mais dispendiosos na elaboração.
Melhores barricas, menores produções, mais mimos, melhores rolhas e melhores equipamentos implicam custos acrescidos.
Mas mesmo estes custos acrescidos não garantem, de forma alguma, que o produto final seja melhor ou sequer bom…

06 - O vinho branco não consegue envelhecer e tem de ser bebido o mais depressa possível.

Embora a afirmação não seja universal, existem razões mais do que suficientes para o depoimento.
São poucos os vinhos feitos para envelhecer e ainda menos os vinhos brancos que têm capacidade para envelhecer.
Por outro lado, existem exemplos vivos de vinhos brancos que envelhecem de forma admirável.
Os vinhos da casta Alvarinho, de Monção e Melgaço, e os vinhos da casta Encruzado, no Dão, são os melhores exemplos portugueses.
Fora de Portugal, a capacidade de guarda dos Riesling alemães é afamada, podendo viver em perfeita saúde por mais de 40 ou 50 anos.

07 - O vinho rosé é uma mistura de vinho branco com vinho tinto.
 
Não, não é, mesmo se a convicção se encontra firmemente enraizada no nosso imaginário.
O vinho rosado é feito a partir de uvas tintas. A polpa da quase totalidade das uvas tintas é incolor,
incapaz de acrescentar pigmentação ao mosto.
São as peles, ou melhor, os corantes existentes nas películas das uvas tintas que acrescentam coloração ao vinho tinto.
Quanto maior for o contacto com as peles, quanto maior for a extracção, mais intensa será a cor resultante.
Os vinhos rosados passam pouco tempo de maceração em contacto com as películas e, como tal,
não têm tempo suficiente para extrair muita matéria corante. O vinho resultante frui assim de uma cor mais aberta e rosada.

08 - O vinho branco tem de ser produzido com uvas brancas.
 
Na verdade… não! O vinho branco pode ser elaborado a partir de uvas tintas.
Como acabámos de ver, a polpa das uvas tintas não tem matéria corante e, portanto, o sumo resultante é incolor.
Se as uvas forem prensadas em bica aberta, ou seja, sem contacto com as peles,
o vinho resultante é branco, esbranquiçado ou muito levemente salmonado.
Como tal, é possível, e por vezes comum, que os vinhos brancos sejam elaborados recorrendo a uvas tintas.
O caso mais paradigmático ocorre em Champagne,
onde as castas Pinot Noir e Pinot Meunier, ambas tintas, são por regra vinificadas em branco.
Quando assim é, o champanhe é categorizado como “blanc de noirs”. Em abono da verdade,
convém referir que se exceptuarmos o caso particular dos vinhos espumantes, raramente vemos esta técnica aplicada.

09 - O Vinho Verde é feito com uvas vindimadas ainda verdes, em oposição ao vinho maduro,
que é elaborado com uvas completamente maduras.
 
A imagem é comum, mesmo entre alguns apreciadores informados, mas não tem qualquer fundamento.
Vinho Verde é o nome de uma região portuguesa, tal como as regiões do Douro, Ribatejo ou Bairrada.
A região ganhou o nome de Vinho Verde por ser a região mais verde e húmida de Portugal, o Minho.
Pela mesma razão, a região de turismo chama-se Costa Verde. Como seria de esperar, os vinhos provenientes
da região do Vinho Verde são elaborados com uvas maduras, tal como nas restantes regiões portuguesas.

10 - Os verdadeiros grandes vinhos não sabem bem enquanto são jovens e só melhoram com a idade.

Não acredite nisso!
Os bons vinhos são sublimes desde a nascença e não é por um milagre tardio que se transfiguram de bestas em bestiais.
Claro que os vinhos que envelhecem bem poderão ser duros e severos enquanto jovens, mas a qualidade
tem de se mostrar desde o primeiro instante.
A história do patinho feio não tem cabimento no mundo do vinho. Um mau vinho nunca se transformará num bom vinho!


Texto: Revista Wine

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Remover tinta no chão encerado



O seu pequeno "Picasso" no meio da sua criatividade manchou de tinta o chão de  madeira encerada, acontece, não entre em desespero.
As manchas saem lindamente se cobrir com limão ou água oxigenada. Embeba neste líquido num algodão do tamanho da mancha e deixe-o sobre ela até desaparecer. Depois é só limpar e voltar a encerar.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Inspiração é fundamental

Pinte o seu painel na parede e personalize conforme entender, super util para deixar recados, lembretes e afins... este foi feito com tinta metalic effects -ardósia da CIN

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Do melhor ...

Uma dica preciosa para por em pratica nos dias que temos os olhos com olheiras e inchados e precisamos de ir  "aquele" jantar !... pois é amigas, guardem as saquinhos do chá já usadas no frigorífico, e ponham nos olhos enquanto tomam o vosso banho de emersão ( 15 minutos bastam para desinchar) e adquirir um olhar novo.

Nada se perde ...

Já Lavoisier dizia " ... nada se perde, tudo se transforma. " e é bem verdade. Um garfo antigo que estava desirmanado e que com a ajuda de um alicate se transformou neste suporte de vidro, criando esta moldura super original.



terça-feira, 13 de novembro de 2012

Uma arvore de Natal diferente

Uma árvore de Natal diferente feita com troncos de árvore colocados na parede e decorada com luz branca e alguns objectos decorativos. Uma ideia óptima para quem tem pouco espaço em casa para ter uma árvore de chão...criatividade é tudo, nunca tenha medo de ser ousado.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

SOLUÇÃO GIRA E DECORATIVA.

Uma solução gira e pratica para nos facilitar a vida. Caixas para talheres pintadas de branco e reutilizadas para guardar bijuterie. Precisa de caixas para guardar talheres em madeira, tinta de esmalte branco ou tinta em spray branco e camarões em dourado ou prateado.

Luz que te quero.

E porque as velas dão sempre uma luz linda e acolhedora, aqui vos mostro esta alternativa gira para fazerem em casa. Precisa de bases para ovos quentes, velas , e palitos.
Parta as velas com cuidado para reaproveitar o pavio, corta o pavio na altura desejada e espeta na horizontal um palito, assim pode suspender o pavio ( deita o palito no topo do suporte dos ovos, e assim o pavio fica suspenso), derrete a cera em banho maria e deita a cera derretida no suporte, assim que a cera voltar a estar sólida remove o palito...et voilá !

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Centro de mesa diferente...

Pois estava eu a mil preparando um jantar informal para amigos, quando reparei que não tinha comprado flores para o centro de mesa, apenas tinha dois pés de orquídeas artificiais. Surgiu-me então a ideia de fazer um centro com frutas que tinha em casa, mas para não parecer um centro de fruta banal, resolvi cristalizar a frio, muito simples.
Basta pincelar com um pincel macio as frutas com clara de ovo e depois envolve-las em açúcar, o resultado foi este e resultou em cheio.

INSPIRE-SE...

  Neste Natal faça uma coroa de Natal diferente, faça cópias das fotografias daqueles que ama e dos   momentos mais significativos e importantes na sua vida e com fita-cola dupla faça uma coroa na parede da sua sala... que tal esta ideia?

IDEIA de DECORAÇÃO


Decore as paredes da sua wc social com papel de jornal ,é simples de aplicar, basta usar cola para decoupage ( a venda nas lojas de artes decorativas) no fim proteja com verniz incolor o resultado está a vista.

LED o brilho de uma nova luz

Foi ontem o evento e confesso que mais do que apaixonar pela ideia, acho mesmo OBRIGATÓRIO tomarmos a consciência de como é fundamental pensarmos num " Planeta Positivo"...O LED é uma revolução na iluminação. Se um milhão de pessoas trocasse uma lâmpada normal por uma LED, correspondia a retirar quase 6.700 carros da estrada ou a plantar 17 milhões de árvores por ano....e não, não é nada caro, cada lampada destas custa apenas €3,99 na Ikea...Dêem brilho a vossa vida com esta Luz.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Castiçais diferentes

Quer recriar um espaço com pouco dinheiro ? pois aqui lhe dou uma sugestão, com copos de pé alto virados ao contrario, cola com um pouco de cera derretida na base, para estas se susterem e garanto-lhe que faz um sucesso.

Uma rena diferente

O Natal aproxima-se ...

E como vos tinha prometido, cá estou eu a começar a falar de Natal e a dar sugestões de decoração para  este Natal, esta sugestão é barata e muito gira para quem passar o Natal no campo. Fitas de serapilheira ( a venda nas floristas e grandes superfícies ) depois por muitas gambiarras de luz branca e o efeito é giríssimo.

Socorro...preciso de um escritório em casa !

             Precisa de um escritório em casa ?... não desespere, tem aqui uma boa solução !
             Um roupeiro que se transforma em escritório, inspire-se nesta solução.

Champagne sempre gelado

Para manter o champagne, ou vinho branco sempre gelado, alem de poder ter sempre no frigorifico um flute ou taça, pode ainda fazer o seguinte truque.
Congelando bagos de uva e utilizando-os como cubos de gelo !
Basta colocar algumas uvas no congelador para congelar. Na momento que Servir a bebida, coloque as uvas congeladas dentro da taça ou flute. Além de darem charme à bebida, elas vão conservá-la fresquinha sem adicionar água como os cubos de gelo. Tchin-Tchin a esta ideia

domingo, 4 de novembro de 2012

O Natal esta chegar...

            Estejam atentos ... a partir de amanhã vou começar a dar DICAS de decoração de Natal !!!

Reciclar é preciso



E porque gosto de espaços alegres e divertidos, mas também funcionais, hoje lembrei-me de falar um pouco de como reciclar pequenos moveis que temos em casa.
Podendo usar biombos como separador de áreas ou ate mesmo pintando a parede da zona da sala num tom de contraste com as outras,pode fazer o mesmo no seu quarto, depois é dar asas a sua imaginação e não ter medo de ser arrojada/o. E como tal não devemos descurar os objectos decorativos, que tanta cor e alegria dão as nossas casas.
Se vai aproveitar muito do que já tem, pode sempre mudar as cores das paredes, forrar o chão de outro material, estofar os sofás de novo ou utilizar capas, transformar móveis que já possua, e dando uma utilização diferente, enfim tudo é reciclável, e lembre-se que por vezes basta mudar os candeeiros e substituir alguns objectos decorativos, para a sua casa adquirir logo um aspecto diferente.

A luz faz a diferença



A escolha do tipo de iluminação para  a nossa casa é das tarefas mais importantes e difíceis em decoração.
Pois acertar na combinação exacta entre os vários tipos de luz a distribuir nas várias zonas da sua casa, irá realçar a decoração sem esquecer as necessidades básicas de cada zona, e acredite que produz milagres.
Neste exemplo pode fazer este candeeiro ou pedindo numa casa da especialidade ou fazer mesmo em casa comprando a base do candeeiro  e usando chávenas de porcelana que para furar a porcelana tem que ser com a peça dentro da água para não se partir, e com uma berbequim fininho, muito delicadamente, ou com um furador de madeira e muita paciencia e cola a quente, mas o resultado vale a pena.
Deixe-se iluminar com as minhas sugestões

Um ambiente que chama por nós.



Quando o nosso objectivo é conseguir um ambiente aconchegante e com boa energia, temos que fazer escolha acertada dos móveis para o espaço que temos, assim como escolher acertadamente os revestimentos do chão e a cor das paredes ou se vamos ou não optar por algum tipo de revestimento em alguma das paredes. Para conseguir uma boa iluminação e lembre-se que isso é fundamental para criar um bom ambiente, precisa de uma boa luz natural, mas como isso nem sempre é possível, então escolha uma iluminação artificial mas difusa e pontos de luz dirigidos que pode conseguir com candeeiros de mesa ou de chão para os ambientes que necessita como por exemplo ouvir musica ou ler, ver televisão.
Inspire-se neste ambiente da Rolf Benz